Ultimas...
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Liquigás Distribuidora emite Nota de esclarecimento após vídeo que circulou nas redes sociais.


A Liquigás Distribuidora tomou conhecimento de um vídeo que está circulando nas redes sociais informando, inveridicamente, que haveria água em botijões de gás liquefeito de petróleo (GLP) de sua marca. Trata-se de uma prática ilegal e prejudicial ao consumidor final, veementemente condenada pela companhia.

A Liquigás é uma empresa de renome nacional, com forte atuação no mercado de GLP desde 1953. Sua trajetória comercial é pautada pelos princípios da ética, legalidade e respeito ao consumidor. A empresa desconhece e repudia qualquer prática que fira as legislações vigentes relacionadas à livre concorrência de mercado e aos direitos dos consumidores.


A Liquigás é uma empresa séria e cumpridora de suas obrigações legais, comercializando seus produtos única e exclusivamente por meio de sua rede de revendas autorizadas e credenciadas pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), não fornecendo botijões ao comércio irregular. Os botijões da Liquigás passam por rigorosas inspeções de qualidade, sua rede de revendas é constantemente treinada e são realizadas várias ações de conscientização sobre o correto uso do GLP, a fim de garantir a segurança do consumidor final.

Diante do exposto, a Liquigás esclarece que:

- Observa-se que o botijão não apresenta o lacre inviolável no momento da filmagem. Ressaltamos que todos os botijões provenientes de revendas legalizadas pela ANP (como é o caso de todas as revendas da Liquigás Distribuidora) são vendidos com lacre e etiqueta de segurança (ausentes nas filmagens).

- A prática de violação do botijão é comum em revendas ilegais, que se utilizam de botijões de marcas conhecidas para adulterar seu conteúdo e vender o gás de cozinha por um preço inferior, apresentando riscos e prejuízo ao consumidor final.

- A clandestinidade é uma preocupação da Liquigás, que trabalha junto ao Sindigás e à ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) para combatê-la, em prol da promoção da segurança de todos os usuários de GLP.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Blog do Joseilson