Ultimas...
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

sábado, 8 de abril de 2017

COM OITIVAS DE TESTEMUNHAS PREFEITA FERNANDA E SUA BASE FICA EM ALVOROÇO


Parece mentira, mas o pleito eleitoral de 2016 em Santa Cruz/RN, ainda não acabou. Não, não estou louco! Explico:
Você, leitor deste blog deve lembrar que na antevéspera da eleição, ouve uma ação (mandato de busca e apreensão) do Ministério Público Eleitoral em uma farmácia, posto de gasolina e prefeitura municipal sob a acusação de suposto esquema de abuso de poder econômico visando favorecimento no pleito eleitoral. A ação gerou o processo de Nº 0000220-27.2016.6.20.0016 - AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL que tramita na primeira instância da justiça eleitoral, com sede no município de Santa Cruz.

Pois bem! A Sra. Prefeita Fernanda, o vice Sr. Ivanildo Ferreira, 06 vereadores da base aliada ( Srs. Monik Melo, Thiago Augusto, Tarcísio Reinaldo, Mario Farias, Raimundo Fernandes e Sra. Ana Fabrícia), Sra. Milena Bulhões, Sr. Acrísio Júnior, Srt. Genaro Filho, réus no processo, mais o deputado Tomba e todos os defensores da gestão querem ouvir falar no cão chupando manga, mas não querem ouvir falar nesse processo.

Para alvoroço de todos esses, ontem, ouve oitiva de testemunhas, dentre elas a do Sr. Josemar Bezerra, Sr. Arilson Medeiros e Sra. Gilcely Adriano. Comentam-se nas rodas de conversas que, os depoimentos desses 03 foram devastadores e comprometedor. Foram ouvidas ainda, Samuel Palhares e Lígia Cristina Cavalcanti.

É bom lembrar que, no curso desse processo a defesa tem tentado de todas as formas, procrastinar, impetrando diversos recursos, sendo que a grande maioria destes tem sido indeferidos em todas as instâncias.

Outro fato que chama atenção é todos os réus estarem se negando a depor, a lei os ampara, é verdade. Mas a pergunta que fica é: você está sendo acusado, tem a chance de se defender e se nega. Qual motivo justificaria sua recusa?

O processo continua a todo vapor, as provas colhidas no processo parece ser consistentes e a magistrada Sra. GISELLE PRISCILA CORTEZ GUEDES RAEGER- JUÍZA ELEITORAL conduz o processo com maestria. O que reforça o sentimento de preocupação dos acusados.
Não se sabe o que vai acontecer, se bem que, para os defensores da gestão e do deputado acostumados a superar processos, esse é só mais um, para a outra parcela da população fica a esperança da justiça ser feita desta vez, dada a robustez das provas.


Muita água vai rolar, mas em 50 municípios, especialmente do nordeste, já ouve eleições este ano e a água parou de jorrar. 

Por RSantos
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Blog do Joseilson