Ultimas...
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

quinta-feira, 9 de março de 2017

Possibilidade de Lula na presidência do PT divide o partido


Vista como a salvação para as ameaças de rachas no PT, a possível indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à presidência do partido se tornou motivo de divisão entre as diferentes forças internas da legenda.

Desde terça-feira (7) Lula disse a pelo menos três interlocutores diferentes que não quer ser presidente do PT, mas está sendo pressionado pela corrente majoritária Construindo um Novo Brasil (CNB), à qual pertence. Estas correntes argumentam que Lula deve se dedicar a construir as condições para sua candidatura à Presidência de República em 2018 e que acumular as funções de candidato e dirigente é incompatível. Das correntes ouvidas até agora, além da CNB, Movimento PT, Novo Rumo e Esquerda Popular Socialista (EPS) se manifestaram a favor da indicação de Lula para dirigir o partido. É mais do que suficiente para garantir a eleição do ex-presidente, mas está longe da unanimidade pretendida pelos defensores da ideia de que Lula assuma o partido. 


Além disso, Novo Rumo e EPS já trabalham, ao lado do Muda PT, pela candidatura do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) à presidência da legenda. Nos últimos dias, defensores da ida de Lula para a presidência do PT que até sexta-feira (10) dava como certa a manobra, mudaram de discurso e passaram admitir que adotaram a estratégia errada. O maior equívoco, segundo eles, foi escolher uma comissão formada prioritariamente pela CNB. Isso irritou as demais correntes. Diante da possibilidade de o plano Lula ir por água abaixo, setores da CNB articulam a candidatura de Marcio Macedo, atual tesoureiro do partido, à presidência do PT.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Blog do Joseilson