Ultimas...
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Dia Mundial de Luta contra a Aids


O dia 1º de dezembro foi internacionalmente instituído como o Dia Mundial de Luta contra a Aids. A data reforça a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e do acesso ao tratamento, além de demonstrar o esforço mundial para a conscientização e solidariedade com as pessoas que vivem com HIV.

A Aids, ou síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA), consiste em uma deterioração progressiva do sistema imunológico, decorrente da infecção por um vírus denominado HIV. A deficiência das defesas naturais do organismo o torna suscetível a infecções oportunistas, tumores e, ainda, a manifestações causadas pelo próprio vírus. A transmissão do HIV pode acontecer por três vias principais:


1) Relações sexuais de qualquer natureza;
2) Contato com sangue contaminado, a exemplo de transfusões sem o devido controle de qualidade, de acidentes com material perfurocortante e do compartilhamento de agulhas e seringas, sobretudo entre usuários de drogas ilícitas;
3) Transmissão perinatal, na qual a mãe transmite o vírus ao bebê na hora do parto ou por meio da amamentação.

Por outro lado, convém destacar que não se adquire o vírus pelo convívio social com os portadores, como compartilhar utensílios domésticos, usar o mesmo banheiro, beijar e abraçar. Também não existe transmissão por picadas de insetos.

Para o diagnóstico correto e preciso da doença, devem ser realizados exames de sangue específicos para a detecção do vírus ou de anticorpos que o organismo produz contra ele.
Os sintomas da doença variam de acordo com o momento de sua evolução. Logo após o contágio, podem surgir febre, dores musculares, dor de cabeça e de garganta e aumento dos gânglios linfáticos.

Apesar de atualmente dispormos de tratamento eficaz, a prevenção é fundamental. O sucesso terapêutico depende da adesão sem falhas aos medicamentos prescritos, aos exames solicitados e às consultas de acompanhamento médico. Existem efeitos colaterais importantes decorrentes do uso dos antirretrovirais em longo prazo, além da possibilidade de que o vírus se torne resistente à ação dos medicamentos.

Assim, duas são as mensagens para quem não tem HIV, simbolizadas por esta data: em primeiro lugar, seja consciente e não descuide da prevenção. Em segundo, abandonando o preconceito, você já contribui muito para a luta contra a aids e para a qualidade de vida das pessoas que com ela convivem.

A Aids não tem cura. As únicas formas de vencê-la são a informação e a prevenção
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Blog do Joseilson