Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Festa do Ano no Fama Casa Show


propaganda

Facheiros Motel

Mundial Fashion


QUEREM FICAR PERFEITOS ENTÃO O LUGAR CERTO É NA MUNDIAL FASHION. CAMISETA BÁSICA 24 REAIS MUNDIAL FASHION SHOPPING TRAIRI CENTER SANTA CRUZ RN

Vende-se terrenos; últimos lotes


Açougue AM Carnes

Açougue AM Carnes

Publicidade

Store Multimarcas


Espaço Confecções


quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Médicos aprovam início de greve geral no Rio Grande do Norte por unanimidade

Em assembleia extraordinária realizada na noite desta terça-feira (25), no Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed RN), os médicos, que atuam nas prefeituras de Parnamirim e de Natal, e os médicos lotados na Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), aprovaram por unanimidade o início de uma Greve Geral.
A greve tem como principais pautas de reinvindicações o pagamento dos salários que estão atrasados por parte das prefeituras e do Estado; melhorias nas estruturas das unidades de saúde e das condições de trabalho; o cumprimento do calendário constitucional de pagamento (até o último dia útil do mês em exercício); implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos, para os médicos de Natal, sancionado em abril deste ano e ainda não colocado em prática; e a formalização dos contratos de trabalho na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Esperança, em Parnamirim.


A greve é geral e acontece por tempo indeterminado, suspendendo todos os atendimentos eletivos e mantendo os atendimentos em 50% dos casos de Emergência e Muita Urgência (classificações nas cores vermelha e laranja), dentro das capacidades de cada unidade.
Ato Conjunto
Foi realizado na manhã da última terça-feira (25) o Ato Conjunto dos médicos de Parnamirim, Natal e Governo do Estado. O Ato reuniu os médicos em manifestação de protesto contra os atrasos dos salários, a falta das condições de trabalho e o descaso dos gestores públicos.
Unidos em caminhada pela Av. Senador Salgado Filho, os médicos gritaram palavras de ordem e denunciaram os abusos cometidos pelos gestores contra a saúde da população e contra a classe médica.
Ao final da caminhada de protesto, os médicos se reuniram em frente ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), onde deliberaram a convocação da Assembleia Extraordinária, que culminou na decisão de início da Greve Geral.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Editado Por: Blog do Joseilson Cidade: Santa Cruz/RN