Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Festa do Ano no Fama Casa Show


propaganda

Facheiros Motel

Mundial Fashion


QUEREM FICAR PERFEITOS ENTÃO O LUGAR CERTO É NA MUNDIAL FASHION. CAMISETA BÁSICA 24 REAIS MUNDIAL FASHION SHOPPING TRAIRI CENTER SANTA CRUZ RN

Vende-se terrenos; últimos lotes


Açougue AM Carnes

Açougue AM Carnes

Publicidade

Store Multimarcas


Espaço Confecções


quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Com salários atrasados, Prefeitura de Natal anuncia corte de despesas

Devolução de carros alugados; devolução de imóveis alugados; não renovação de contratos de estagiários e redução de 15% nas cotas de combustíveis. Essas são apenas algumas das medidas anunciadas pelo prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves para reduzir as despesas do município. A meta é atingir uma economia de R$ 160 milhões nas finanças municipais em 2017. O anúncio foi feito em entrevista coletiva nesta terça-feira (25). Até esta data, o pagamento do mês de setembro dos servidores municipais não foi concluído.
"As nossas receitas, ISS e ITIV, por exemplo, cresceram. Mas as receitas da crise sofreram um golpe drástico. Para se ter uma ideia, de janeiro a setembro o município de Natal perdeu cerca de R$ 95 milhões de receita, sobretudo de ICMS e FPM. E isso dificulta o bom funcionamento da máquina pública. Mas nós não desistimos. Estamos insistindo e persistindo para fazer com que essa cidade sofra o menos possível, por isso vamos adotar mais medidas de economia. Além disso, continuaremos fiéis ao que dissemos anteriormente: não vamos aumentar impostos. Vamos agir no corte das nossas despesas", disse o prefeito Carlos Eduardo.
Para o período 2016/2017, serão executadas medidas para redução de gastos e a expectativa é de que haja uma economia mensal de R$ 5.416.613,00 e anual de R$ 64.999.360,00. Entre as novas medidas estão: implantação da Central de Veículos, que vai otimizar os recursos e agilizar os serviços de deslocamentos – e a devolução de 73 automóveis alugados; devolução de imóveis alugados para ocupar preferencialmente prédios próprios, através da junção com outras secretarias; comparação da documentação comprobatória das promoções, reajustes, aumentos salariais dos servidores ativos e inativos da PMN com os valores pagos, individualmente; não renovação dos contratos de estagiários; redução dos gastos em função do volume de compras centralizada; redução de 15% nas cotas de combustíveis; avaliação dos preços dos alugueis de todos os contratos da Prefeitura; aumento da carga horária dos servidores para 8 horas diárias
"Com todas essas medidas, teremos uma economia de aproximadamente R$ 160 milhões para o ano de 2017. Essa é uma forma consistente de enfrentar o problema que atinge não apenas Natal, mas todo o país. Estamos fazendo a nossa parte e esperamos que em 2017 possamos crescer e recuperar nossas receitas", disse Carlos Eduardo.
Além disso, a Prefeitura do Natal vai encaminhar para a Câmara Municipal oito novos Projetos de Lei que irão otimizar a receita do município. Entre os projetos estão: Suspensão temporária de novas bolsas através do Proeduc a partir de 2017; revogação da isenção do IPTU para imóveis locados pela prefeitura; cancelamento da renúncia para serviços hospitalares.
"A nossa expectativa é de que com a aprovação desses Projetos de Lei a receita do município tenha uma elevação mensal de R$ 7.859.000,00 e anual de R$ 94.308.000,00", destacou o controlador geral do município, José Dionísio Gomes.
Salário dos servidores
O prefeito Carlos Eduardo destacou ainda que a prioridade do Município é pagar os servidores e que todos os esforços estão sendo feitos para que o pagamento seja efetuado ainda dentro do mês. "Estamos vivendo o pior período de arrecadação - que são os meses de agosto a novembro - por isso a dificuldade de fechar a folha de pagamento. Mas esperamos que a partir de dezembro, em virtude do pagamento do IPTU e ISS, essa situação melhore e o pagamento volte a ser efetuado dentro do mês", disse Carlos Eduardo. Até o momento, a Prefeitura pagou a 95% dos servidores.

Com relação ao pagamento do 13º salário, o prefeito reafirmou a expectativa do município de conseguir pagar até o dia 20 de dezembro.
G1 RN

0 comentários:

Postar um comentário

 
Editado Por: Blog do Joseilson Cidade: Santa Cruz/RN