Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Festa do Ano no Fama Casa Show


propaganda

Facheiros Motel

Mundial Fashion


QUEREM FICAR PERFEITOS ENTÃO O LUGAR CERTO É NA MUNDIAL FASHION. CAMISETA BÁSICA 24 REAIS MUNDIAL FASHION SHOPPING TRAIRI CENTER SANTA CRUZ RN

Vende-se terrenos; últimos lotes


Açougue AM Carnes

Açougue AM Carnes

Publicidade

Store Multimarcas


Espaço Confecções


segunda-feira, 13 de junho de 2016

Lei de Ezequiel Ferreira de Souza institui o Dia Estadual do Livro Infantojuvenil

Foto: Eduardo Maia
Foto: Eduardo Maia
Lei de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), institui o “Dia Estadual do Livro Infantojuvenil”, a ser anualmente celebrado no Estado do Rio Grande do Norte no dia 08 de setembro. A lei Nº 10.069 foi sancionada pelo governador Robinson Faria.
“A Lei tem como objetivo a valorização e o fomento à convivência da sociedade brasileira, em particular, de nossas crianças, com a produção literária do País, por intermédio da inserção, no calendário do Estado do Rio Grande do Norte, de um dia especialmente dedicado ao livro e, como desdobramento natural, devotado à leitura”, comemora Ezequiel Ferreira.


A escolha do Dia Estadual do Livro Infantojuvenil, destinada à celebração da literatura, não é fortuita. Na verdade, ela está condicionada à intenção de consagrar o dia 08 de setembro à prática da leitura em todo o Estado, em alusão ao fato de que este é o dia natalício da escritora Potiguar Nati Cortez, pela sua grande contribuição ao gênero, tendo sido a primeira escritora potiguar que se dedicou a escrever para crianças e jovens, tornando-se pioneira no nosso Estado. Dessa forma, esta celebração estará associada tanto no calendário quanto nas atividades a serem programadas, com o intuito de conferir merecida visibilidade à criação literária e à leitura, fundamentais no processo de formação de todo cidadão.
“Ser escritor de livros infantojuvenis é apresentar o mundo literário às crianças, leitoras exigentes e perspicazes. Um desafio e ao mesmo tempo uma satisfação”, explica o jornalista e escritor Juliano Freire de Souza autor dos livros “Doninha e o Marimbondo”, “Pereyra – O menino bom de bola” e “Felizardo contra a bruxa da feira” e “Um eterno aprendiz”.
Juliano Freire de Souza pensa ser importante esta data instituída pela Assembleia Legislativa, através do deputado Ezequiel Ferreira de Souza, pois a literatura e consequentemente a leitura deve ser cada vez mais estimulada. “Ainda temos, no Rio Grande do Norte, considerável déficit em leitores, boa parte deles não teve oportunidade de acesso aos livros na infância”, salienta ao apontar que as principais e mais sólidas pesquisas relativas ao letramento e à aferição da qualidade do ensino demonstram que o interesse pelas obras literárias e pela leitura está intimamente relacionado ao desempenho escolar infantil, além de contribuir, de forma decisiva, para a construção de um cabedal intelectual e emocional, de natureza permanente.
“É importante enfatizar, junto à sociedade, o cultivo do amor aos livros, desde a infância. Este hábito trará o benefício de fomentar e ampliar a convivência das crianças e adolescentes com a leitura, despertando na população para o seu direito de acesso à educação e cultura”, enfatiza Ezequiel Ferreira de Souza.
ALRN

0 comentários:

Postar um comentário

 
Editado Por: Blog do Joseilson Cidade: Santa Cruz/RN