Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Festa do Ano no Fama Casa Show


propaganda

Facheiros Motel

Mundial Fashion


QUEREM FICAR PERFEITOS ENTÃO O LUGAR CERTO É NA MUNDIAL FASHION. CAMISETA BÁSICA 24 REAIS MUNDIAL FASHION SHOPPING TRAIRI CENTER SANTA CRUZ RN

Vende-se terrenos; últimos lotes


Açougue AM Carnes

Açougue AM Carnes

Publicidade

Store Multimarcas


Espaço Confecções


segunda-feira, 20 de junho de 2016

Janot denuncia Henrique Alves por conta na Suíça

janot_HA_370O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou ao Supremo Tribunal Federal o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB) por crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A força-tarefa da Lava Jato investiga uma conta em banco da Suíça em nome do político potiguar.
Segundo informou a TV Globo, as autoridades suíças identificaram uma conta ligada ao ex-ministro com saldo de 800 mil francos suíços, cerca de R$ 2,8 milhões.
Henrique Alves entregou o Ministério do Turismo na última quinta-feira (16), um dia depois que seu nome foi divulgado entre os beneficiados das doações ilícitas de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro e delator da Lava Jato.


A delação de Machado não foi o real motivo da demissão de Henrique. O ex-ministro caiu depois que recebeu a informação que o PGR havia preparado a denúncia por causa da conta suspeita no exterior.
Segundo dados anteriores que foram levados à força-tarefa da Lava jato, Henrique Alves teria realizado depósitos que variaram entre US$ 700 mil e US$ 1 milhão. 
O dinheiro está bloqueado, mas o nome do banco ainda não foi revelado pelas autoridades.
A conta de Henrique é uma das mil contas hoje bloqueadas pelos suíços em seus bancos locais no rastro das investigações da Lava Jato.
Henrique Eduardo Alves é alvo de mais dois procedimentos no STF: seu nome aparece no chamado inquérito-mãe da Lava Jato, que apura a existência de organização criminosa na Petrobras, e nas mensagens de celular do empreiteiro da OAS, Léo Pinheiro.
Como Henrique perdeu o foto privilegiado, sua situação será analisada pelo STF. Ele corre sério risco de ser julgado pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pela maioria dos processos da lava Jato.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Editado Por: Blog do Joseilson Cidade: Santa Cruz/RN