Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Festa do Ano no Fama Casa Show


propaganda

Facheiros Motel

Mundial Fashion


QUEREM FICAR PERFEITOS ENTÃO O LUGAR CERTO É NA MUNDIAL FASHION. CAMISETA BÁSICA 24 REAIS MUNDIAL FASHION SHOPPING TRAIRI CENTER SANTA CRUZ RN

Vende-se terrenos; últimos lotes


Açougue AM Carnes

Açougue AM Carnes

Publicidade

Store Multimarcas


Espaço Confecções


sexta-feira, 27 de maio de 2016

'Cultura do estupro' no Brasil é destaque na imprensa internacional

O estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos no Rio de Janeiro que desencadeou um amplo debate sobre a existência de uma cultura do estupro no Brasil ganhou páginas e sites de publicações pelo mundo nesta sexta-feira.
Órgãos de imprensa de diferentes continentes relataram a investigação do crime e a campanha massiva que tomou as redes sociais no Brasil.
"O Brasil encara sua própria crise de Nirbhaya", escreveu o jornal The Times of India, em referência ao episódio de 2012 em que uma estudante indiana foi estuprada por uma gangue em um ônibus em movimento em Nova Déli e morreu em decorrência de graves ferimentos internos.


"Com menos de dois meses antes da chegada ao Rio de atletas de ponta e centenas de milhares de amantes do esporte para as Olimpíadas, a reputação da cidade sofreu um sério impacto com um estupro coletivo de uma menina de 16 anos por mais de 30 homens em uma favela da cidade", escreve o jornal.
A publicação descreve um país "completamente sacudido" pela brutalidade do crime, embora ressalte que "crimes sexuais não são incomuns nas favelas onde quadrilhas armadas operam".
O jornal faz uma crítica à cobertura do caso pela imprensa brasileira, apontando "silêncio" dos principais meios do país sobre o tema. Afirma ainda que o crime "reviveu memórias" de 2013, quando uma turista americana foi sequestrada por três homens em uma van no Rio e estuprada por oito vezes na frente do namorado francês. "Quando a Índia foi abalada pelo caso Nirbhaya em dezembro de 2012, a grande mídia brasileira cobriu o episódio em detalhes, rotulando a Índia como "lugar perigoso para mulheres". Mas a como mídia aqui continua calada sobre o caso do Rio e outro estupro coletivo registrado no Estado do Piauí na semana passada, está sob duras criticas de todos os lados", escreve o correspondente do jornal em São Paulo, Shobhan Saxena.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Editado Por: Blog do Joseilson Cidade: Santa Cruz/RN