Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Festa do Ano no Fama Casa Show


propaganda

Facheiros Motel

Mundial Fashion


QUEREM FICAR PERFEITOS ENTÃO O LUGAR CERTO É NA MUNDIAL FASHION. CAMISETA BÁSICA 24 REAIS MUNDIAL FASHION SHOPPING TRAIRI CENTER SANTA CRUZ RN

Vende-se terrenos; últimos lotes


Açougue AM Carnes

Açougue AM Carnes

Publicidade

Store Multimarcas


Espaço Confecções


sexta-feira, 1 de abril de 2016

Ato contra impeachment reúne 20 mil pessoas em Natal, aponta Secretaria de Segurança

A manifestação contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) que aconteceu nesta quinta-feira (31) em Natal, reuniu a militância petista e de partidos aliados, além de movimentos sociais, trabalhadores de diversas áreas e estudantes. 
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), o ato na capital contou com a presença de 20 mil pessoas nas ruas.Para este resultado, a Sesed se baseou no método de Jacobs, que leva em consideração o cálculo da área do local, estima-se o número de pessoas por m² e multiplicam-se os dois números. Esses dados foram baseados em imagens (vídeos e fotografias) registradas pelas equipes de segurança pública em vários pontos da manifestação.


Apesar da estimativa oficial, próximo ao encerramento do ato, manifestantes estimaram um público de 40 mil pessoas. A manifestação em favor do governo aconteceu também em Mossoró e Pau dos Ferros, no interior do Estado e contou com a presença de 250 e 400 pessoas, respectivamente. Ainda na capital, o ato contou com a presença da senadora federal Fátima Bezerra (PT), que criticou a tentativa de impeachment. “O pedido de impeachment é por vingança de Eduardo Cunha, ele que é réu e responde a vários inquéritos por acusações graves. As dificuldades não são motivos para a presidente passar o mandato que foi conquistado nas urnas”, disparou. Sobre a debandada do PMDB do governo Dilma, Fátima Bezerra classificou a decisão como precipitada. O deputado estadual Fernando Mineiro também comentou a ruptura. “Ficou melhor assim, só ficou quem acredita no Governo”, afirmou. O ato ficou marcado pela frase “Não vai ter golpe”, que faz referência a uma possível ilegalidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff. A frase foi entoada durante praticamente todo o trajeto do shopping Midway Mall até as proximidades da Praça da Árvore, em Mirassol. Vários manifestantes também aproveitaram para criticar lideres do PMDB, partido que rompeu com o PT nos últimos dias.
Em sua maioria, as críticas foram dirigidas ao vice-presidente Michel Temer (PMDB) e a Rede Globo de Televisão. A manifestação transcorreu de forma pacífica até o fim, sem registro de ocorrências policiais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Editado Por: Blog do Joseilson Cidade: Santa Cruz/RN