Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Contrate a melhor banda forrozeiro do RN!

Festa do Ano no Fama Casa Show


propaganda

Facheiros Motel

Mundial Fashion


QUEREM FICAR PERFEITOS ENTÃO O LUGAR CERTO É NA MUNDIAL FASHION. CAMISETA BÁSICA 24 REAIS MUNDIAL FASHION SHOPPING TRAIRI CENTER SANTA CRUZ RN

Vende-se terrenos; últimos lotes


Açougue AM Carnes

Açougue AM Carnes

Publicidade

Store Multimarcas


Espaço Confecções


quarta-feira, 9 de março de 2016

Polícia afirma que Madeleine McCann não está no Paraguai

Nos últimos dias, um homem afirmou que Madeleine McCann, que desapareceu em 3 de maio de 2007 em um resort na Praia da Luz, em Portugal, estaria sendo mantida “sob custódia por uma mulher”, na cidade de Areguá, no Paraguai. Porém, investigadores alegam que se trata se um falso relato. As informações são do site do jornal Daily Mail .
O britânico Miraz Ullah Ali Isa afirma ser um detetive particular e possuir provas de que a garota está no país. No último fim de semana, ele deu entrevista a um jornal local. “Eu e minha equipe recebemos a informação de que Madeleine chegou ao Paraguai há um ou dois meses”, disse. Ele alega que a inglesa, que agora teria 12 anos, está “sub a custódia de um mulher em Areguá, há cerca de 29 km da capital Assunção”. 


Mas Isa recusou-se a revelar o nome de sua empresa e não foi capaz de oferecer qualquer documento que provasse sua informação. O jornal desqualificou suas declarações ao notar que ele ficou poucos dias no país e não conversou com ninguém.
Sua declaração desencadeou uma grande investigação envolvendo quatro delegacias locais, uma divisão anti-sequestro e a Interpol. Os pais da jovem, Katy e Garry McCann, foram informados da suposta pista e pediram ajuda a população do Paraguai.
O Comissário Sanny Amarila falou sobre a procura por Madeleine. “Estamos investigando bairros onda há cidadãos estrangeiros, vivendas e condomínios, para ver se há alguém com descrição semelhante”.
“Essa notícia se estendeu por todo o mundo e é muito importante. Então, se ela está na área, precisamos encontra-la e devolvê-la a sua família”, disse.
As alegações de Miraz Ullah Ali Isa foram desmentidas por Luís Ignácio Arias, inspetor da Interpol no Paraguai. Ele afirmou que o escritório não encontrou “nada de concreto” sobre a identidade de Isa, acrescentando que o detetive particular nunca contatou a Polícia Nacional ou o Ministério das Relações Exteriores sobre sua suposta descoberta.
A polícia disse que investigará a identidade de Isa e sua história. Em entrevista a uma rádio, um membro do governo afirmou que não há informações reais de que Madeleine esteja vivendo em Areguá.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Editado Por: Blog do Joseilson Cidade: Santa Cruz/RN